esteiraA passadeira de corrida não é apenas para os dias de inverno, quando são pequenos e o tempo é muito mau para ir dar uma corrida ao ar livre. Esta peça de equipamento que os corredores tanto adoram odiar pode realmente trabalhar para ti.

 

As oito principais razões para usares a passadeira, ajudando-te no treino e a ultrapassar rapidamente esta offseason que é o inverno:

 

 

1 . Uma ferramenta de perdão.

Muitas vezes temos tendência puxar pelo corpo mesmo estando com dores fortes. Isso muitas vezes pode levar ao aparecimento de lesões, pois ao correr na estrada num piso irregular tentamos colocar o corpo de modo a ter o minimo de dores. Ora, com a passadeira o piso é totalmente regular, logo o perigo de colocar mal o corpo fica reduzido. Assim poderás continuar a puxar até o corpo te “perdoar” e as dores desaparecerem.

 

2 . Treinos especificos e planeados.

Boa sorte se pretenderes correr numa colina de 3 quilómetros com precisamente 3% de inclinação.  Mas numa passadeira isso é possivel. Podes simular qualquer tipo de percurso. É optimo treinar em diferentes terrenos e inclinações que não seriam faceis de encontrar perto do teu local de treino habitual.

 

3 . Treinar o ritmo.

O treino na passadeira também te pode ajudar a definir o teu ritmo. Se és do tipo em que a tua velocidade vai duminuindo quanto maior for a distância, a passadeira pode-te ajudar a corrigir isso.

Define uma velocidade na passadeira. Experimenta baixar o ritmo e sairás a voar da mesma.

 

4 . A oportunidade de avaliar a postura.

O que não consegues fazer numa estrada é ver a forma como corres ao espelho. Muitos corredores não fazem ideia de como correm e observando-se dá-lhes uma maior sensação cinestésica.

Se te estiveres a arrastar ou a não levantar os joelhos este é o momento para te aperceberes e tentar mudar isso.

 

5 . Segurança.

Carros, pessoas desatentas, pessoas com segundas intenções - a passadeira deixa-te alegremente livre de todos esses perigos.

 

6 . Um desafio mental.

Trabalhar arduamente só com o objectivo de correr, sem qualquer mudança de cenário pode ser de desafiante a nível mental . A passadeira pode-te ajudar a treinar a mente para corridas longas e dificeis.

Se pensar em coisas que não têm a ver com a corrida não é para ti tenta na mesma ter a mente ocupada. Por exemplo, tenta aumentar a tua frequência cardiaca e verificar o que precisas de fazer para a voltar a baixar enquanto corres na passadeira.

 

7 . Dados.

Se gostas de estatísticas e analise de dados, a passadeira é o melhor. Sabes exactamente a distância que percorreste, quanto subiste, a frequência cardiaca em tempo real, etc. É um óptimo método de medires o teu progresso.

 

8 . Tempo Adverso.

Como referimos no artigo “5 Dicas para treinar no inverno”, treinar ao ar livre com gelo e neve poderá levar a lesões que poderão ser graves. A passadeira pode-te manter “entretido” enquanto as condições não melhorarem.

 

Concluindo, correr na passadeira não é assim tão mau. Leva o teu treino na passadeira para o próximo nível e prepara-te para colher os frutos.