gelatina

Composta por aminoácidos, a gelatina teoricamente auxilia no controle de glicemia e no fortalecimento dos ossos e dos tecidos, além de realizar a síntese para a renovação do colágeno do corpo.

Por este motivos, é frequente vermos a gelatina associada a planos de nutrição tanto de corredores como de outros desportos.

Mas quais os reais beníficios do consumo de gelatina nos atletas?

Para quem deseja perder peso, a sobremesa de origem animal, mantém a saciedade por mais tempo e hidrata o corpo.

No entanto, especialistas alertam para o consumo da gelatina industrializada, encontrada em supermercados. Com mais açúcar que aminoácidos, esse alimento pouco acrescenta a um plano de alimentação que se pretende saudável, trazendo valor nutritivo praticamente nulo.

Sendo assim, para obter todos esses benefícios para a saúde é indicado o consumo do colágenio hidrolizado, que pode ser misturado a sumos, sopas e também à gelatina industrializada.

Para que o colágenio tenha o efeito desejado no organismo deve-se ingerir de 8 a 10 gramas diários da substância. No caso da gelatina industrializada, por exemplo, cada pacote contém de 0,7 a 2 gramas de colágeno apenas – quantidade insuficiente para trazer qualquer tipo de vantagem para o corpo.

No emagrecimento, a gelatina industrializada ainda é válida, desde que seja diet ou light. Formado o gel, o alimento funciona como um regulador natural de apetite, deixando o indivíduo saciado por mais tempo. Fora isso, as vantagens são praticamente nulas.

Provas disponíveis 

(km)< 2142> 42Total
Portugal 629 4 115 748
USA 0 376 0 376
Brasil 62 0 0 62
Canadá 0 56 0 56
Outros 0 51 0 51

Número total 1293 provas disponíveis

Google+